História

 

cropped-quinta_banner1

Nos primeiros três anos o nosso projecto teve como identidade a Quinta do Luzio, que pretendeu ser uma quinta em transição, sensibilizar e inspirar novos estilos de vida com valores ligados à terra e à natureza, promovendo a (re)educação entre gerações e a partilha de conhecimentos práticos em diversas temáticas: agricultura, carpintaria, apicultura, construção natural, entre muitas outras.

programa

 

O Encontro de Saberes em Abril de 2012 foi o lançamento oficial do projecto ao público, como um espaço inspirador e uma visão de implementação de práticas sustentáveis com diversas oficinas.

Com o tempo, ao longo de vários eventos e formações, construímos um caminho muito rico de experiências com pessoas de diversos países do mundo, que foram colaborando e vivendo a construção de um sonho e visão. Fomos então desenvolvendo uma visão mais abrangente e séria como a intervenção social e criação de soluções inovadoras e sustentáveis para modos de vivência mais colaborativos.

Durante três anos partilhámos saberes em muitas áreas e ofícios: horticultura, gestão sustentável de ecossistemas, carpintaria, construção natural, permacultura, ecologia, educação, apicultura, alimentação e nutrição, entre muitos outros. Depois da partilha de experiências em diversas áreas, a criação de uma rede de colaboradores, amigos, mestres e aprendizes a visão de uma Ecoaldeia começou então a ligar-se melhor com o nosso propósito. A escala de intervenção, actuação e inspiração começou a ser muito maior e o potencial de ideias começou a ser tão grande que só fazia sentido transformar este espaço (a Quinta do Luzio e o resultado deste trabalho inicial) num projecto mais colaborativo.

visao2012_aldeiajanas

Com a nova identidade desde 2014, a Ecoaldeia de Janas pretende ser um centro de educação não-formal, onde a sustentabilidade e a resiliência sejam conceitos basilares. Ambicionamos criar um exemplo vivo para sistemas de sustentabilidade em pequena escala e que possam ser replicados noutros lugares geográficos. Através de princípios colaborativos e de responsabilidade ecológica e social, possamos também partilhar aprendizagens contemplando de forma integrada as componentes ecológica, social, cultural e económica.

A Ecoaldeia de Janas é neste momento um colectivo de pessoas unidas com o objectivo de construir e viver essa expêriencia de aprendizagem, materializada num centro de prática e aplicação de técnicas de sustentabilidade em diversas áreas.

ecoaldeiaBW_100px

A médio e longo prazo queremos também envolver a população local e regional (ver história e contexto sócio económico de Janas) e criar um exemplo vivo de uma localidade em transição (ver Aldeia de Janas Sustentável), trabalhando para a construção colectiva de um lugar com maior resiliência. Sonhamos com uma aldeia em transição, que consiga responder aos desafios ecológicos, sociais e económicos que vivemos hoje em dia.

Em 2015 decidimos criar e estabelecer a Associação Dólmen com a missão de actuar à escala regional e interagir com as populações e governos locais. À escala nacional estamos ligados a centros e instituições de ensino e aprendizagem semelhantes. Á escala internacional estamos acreditados para receber, enviar e coordenar voluntários, colaboradores, facilitadores, formadores de todo o mundo (programa Erasmus+).dolmen logo (2)

Deixar uma resposta