Cargando Eventos

« Todos los Eventos

curso general de construcción naturales – 3edición

28 julio a 9:30 - 4 agosto al 18:00

€ 40 - 315 €

En este curso de construcción natural daremos a conocer las bases y fundamentos de una amplia gama de técnicas de bioconstrucción: carpintería y carpintería registros (madera en rollo), coberturas verdes (greenroofing), tabiques, El saneamiento seco y las energías alternativas, La construcción de la arcilla, morteros y lechadas y pisos con cerámica tradicional (el proceso de solicitud). Os participantes irão aprender os fundamentos e aplicações práticas de diferentes materiais juntamente com uma equipa experiente e multi-facetada e participar numa instalação de forma a complementar o conhecimento técnico com a prática.

A Ecoaldeia de Janas tem aplicado desde 2012 diversas técnicas de construção natural sendo hoje em dia um exemplo e laboratório experimental de técnicas que complementam todas as acções de formação sobre o tema da bioconstrução.

 

Esta é a 3edición, um curso residencial dirigido por uma equipa de formadores técnicos em bioconstrução e especialmente preparado para integrar temas complementares e fundamentais para qualquer aplicação em contexto real. As duas primeiras edições receberam cerca de 70 formandos que ao longo de vários dias aprenderam na prática um conjunto alargado de técnicas de bioconstrução com um pool de formadores de renome.

¿Cuándo?

Sábado 28 Julho a Sábado 4 Agosto, 2018 – das 9h30 às 18h30

Objetivos
Dar a conhecer as bases fundamentais, os processos e técnicas tradicionais de um conjunto alargado de técnicas em construção natural e com uma equipa de técnicos com uma larga experiência e portfolio e que possam partilhar este conhecimento com os formandos numa formação técnica de um dia. O objectivo será o ensino dos fundamentos, com demonstração de casos práticos e reais e aplicar a técnica/material adequado às instalações da Ecoaldeia de Janas.

O programa completo está desenhado para que os participantes adquiram um conhecimento teórico-prático e técnico para que no final da formação estejam aptos para aplicação, desenvolvimento em âmbito profissional da construção natural, complemento de currículo na área e criação de rede com técnicos e experientes na área.

 

Album de Fotos da 1ª Edição em 2016

 

 

Destinatarios

 

Direccionado a iniciantes, amadores e profissionais da área (ou relacionado) que queiram complementar a sua experiência e conhecimento com um grupo alargado de formadores experientes e num contexto real*. No es necesaria experiencia previa.

*A Ecoaldeia de Janas tem desde 2012 desenvolvido a construção natural com várias técnicas e abordagens (Madeira, carpintería, pedra e cal, mazorca, fardos de paja, techos verdes, entre otros) e numa perspectiva pedagógica é um exemplo vivo e demonstrativo de várias estruturas. Palco de inúmeras formações nestes temas desde o inicio, já passaram muitas centenas de formandos e colaboradores em modelos de aprendizagem prática e continua sobre a construção natural e neste caso concreto, a todos os aspectos relacionados ao mundo da carpintaria.

Datas e Workshops do Curso Completo e Formadores

Dia 1 28 Julho – Introdução à Construção Natural – Américo Firmino (Obras de Terra)
Dia 2 29 Julho – Construção Natural com Fibras e Terra – Américo Firmino (Obras de Terra)
Dia 3 30 Julho – Carpintaria e Estrutura em Toros, Coberturas Verdes e Tabiques – Afonso David (Sintra maderas & Ecoaldeia de Janas)
Dia 4 31 Julho – O Metal na Construção Alternativa – João Jerónimo Ribeiro (Fábrica Moderna)
Dia 5 1 Ago – Saneamento e WS seco – Jorge Crespo (Vale Joana)
Dia 6 2 Ago – Energias Alternativas – Jorge Crespo (Vale Joana)
Dia 7 3 Ago – Argamassas e Rebocos – Diogo Pires (GEOBIOTEC, DDL Argamassas)
Dia 8 4 Ago – Materiais Cerâmicos Artesanais – Equipa do Telheiro: Arqª. Joana Trindade, Mestre Mafalda Rosário (Oficinas do Convento)

Objectivos Técnicos de cada Workshop e Transversais ao Curso Completo

– Breve introdução geral sobre o tema/técnica.
– Fundamentos técnicos e demonstração de aplicações da técnica/materiais em diversos contextos.
– Identificar e caracterizar diversas ferramentas manuais (e/ou máquinas quando aplicável) e instrumentos para aplicação da técnica.
– Executar e aplicar na prática um processo simples envolvendo operações elementares, numa construção permanente ou numa construção modular demonstrativa e que permita ao formando exercer no contexto da formação.

Programa Geral por Workshop | Dia | Tema | Entrenador

 

Dia 1. Introdução à Construção Natural

Este dia será direccionado à introdução à bioconstrução com a partilha e experiência de Américo Firmino que irá expor o estado da arte sobre o tema em Portugal e as técnicas tradicionais de construção. Será também uma oficina teórico-prática onde serão expostos conhecimentos e experiências sobre o assunto, permitindo pôr as mãos na massa e levar os formandos a uma viagem em que a tradição e a contemporaneidade, a escultura, a arquitectura e a preservação da natureza se conjugam num todo e que se pode habita.

 

Dia 2. Construção Natural com Fibras e Terra

Este dia será a 2ª parte complementar do inicio do curso, aprofundando o tema das técnicas tradicionais de construção. Inclui uma componente teórico-prática fundamental para a jornada de oficinas práticas que incluem todo o ciclo de técnicas ao longo da semana. De seguida serão abordadas diversas técnicas de construção em terra e fibra.

 

Dia 3. Carpintaria e Estrutura em Toros | Coberturas Verdes e Tabiques

Nesta formação vamos dar a conhecer uma das técnicas fundamentais para construção em madeira não processada, ou seja, em toros e os diversos encaixes para diferentes aspectos estruturais. Os formandos serão iniciados à carpintaria e ao trabalho com madeiras, os cortes, a preparação, os encaixes e a construção, com direcção de Afonso David, bioconstrutor, carpinteiro e permacultor. O Maneio Florestal será também abordado numa óptica prática, com alusão aos recursos existentes da floresta portuguesa, as épocas de colheita e as espécies e suas aplicações. A parte prática envolve a aplicação de algumas das técnicas numa estrutura em desenvolvimento e onde serão executadas várias aplicações ao longo da semana, integrando diversas técnicas e materiais. Na segunda parte da formação dedicaremos-nos a duas das técnicas mais utilizadas em construção natural: a cobertura verde de telhados e a utilização de tabiques para a elevação de paredes interiores e não estruturais. Vamos conhecer os fundamentos teóricos e alguns casos de estudo, bem como aplicar as técnicas no terreno. Existem diversos tipos de aplicação, consoante o local, a inclinação, o objectivo e os recursos disponíveis. Os formandos irão aprender que soluções e que recursos aplicar para cada situação, desde os materiais de estrutura (em ambas as técnicas), e da impermeabilização, de irrigação ao material e cobertura vegetal, cujas plantas têm exigências específicas (no caso do greenroofing). Afonso David irá também partilhar exemplos práticos reais de algumas coberturas verdes instaladas na Ecoaldeia de Janas.

 

Dia 4. O Metal na Construção Natural/ Alternativa

A necessidade de trabalhar com metais estende-se a várias áreas. Construção e permacultura não fogem à regra.
Desde a construção de estruturas, ferramentas de trabalho, acessórios para alimentação e agricultura o metal está presente e a sua construção tem de se desenvolver com recurso a ferramentas e técnicas a aprender nesta formação.
Serão desenvolvidas diversas técnicas comuns para as diversas áreas ligadas ao metal. Traçagem, corte, limagem, furação, dobragem, roscagem, ligação de metais

 

Dia 5. Saneamento e Construção WS seco

Neste dia vamos ter a presença de Jorge Crespo, bioconstrutor e técnico de energias alternativas, e que irá dirigir o grupo de formandos na instalação de uma estrutura de saneamento seco. Esta estrutura é uma alternativa ao sistema convencional utilizado nas nossas casas, não necessita de canalização, pode ser transportável, e o composto trabalhado é reutilizado e volta para o (eco)sistema. Tudo é passível de ser composto e voltar ao solo. É por isso uma das formas de reaproveitamento de “energia”. Será também um dia dedicado às energias alternativas e os formandos serão introduzidos às diferentes soluções simples e acessíveis na óptica do utilizador comum e doméstico no que trata à instalação de diversas técnicas de reaproveitamento de energia (solar, térmica, biogás, entre otras).

 

Dia 6 . Energias Alternativas

Voltamos a receber o Jorge Crespo num dia dedicado às energias alternativas. Os formandos serão introduzidos às diferentes soluções simples e acessíveis na óptica do utilizador comum e doméstico no que trata à instalação de diversas técnicas de reaproveitamento de energia (solar, térmica, biogás, entre otras).

 

Dia 7. Argamassas e Rebocos

Neste dia vamos ter a presença de Diogo Pires, investigador e técnico de argamassas e rebocos, que irá capacitar os formandos com todos os fundamentos sobre o tema, desde os diferentes tipos de materiais, constituição de recursos elementares e das diferentes misturas que podem ser criadas consoante a aplicação, estrutura, durabilidade e efeito desejado (estético e térmico). Será um workshop essencialmente técnico que irá dotar os participantes com conhecimento base e completo para as suas utilizações no futuro, e ainda complementando com uma actividade prática com aplicação numa estrutura em desenvolvimento durante o curso de bioconstrução.

 

Dia 8. Materiais Cerâmicos Artesanais – do processo à aplicação

Neste workshop, a equipa das Oficinas do Convento irá capacitar os formandos com os fundamentos práticos da utilização da terra como material de cerâmica tradicional para construção e pavimentação. Após uma breve abordagem ao contexto histórico e aplicação contemporânea da terra como material estrutural, serão expostos os fundamentos de diversos processos e aplicações: deste a forma de extracção e preparação, à modulação de diferentes formas, à criação de terra crua e terracota e sua cozedura, à aplicação do tijolo e tijoleira e também passando pela pavimentação tradicional das “eiras”, cuja presença e função nas casas e quintas tradicionais sempre foi devidamente reconhecida.

 

Organização do Curso, Residência, Alimentos

 

Durante estes 8 dias de curso, a Ecoaldeia de Janas fornece as instalações e os equipamentos.

É uma formação (idealmente) residencial e de 8 dias e por isso sugere-se que os formandos possam ficar alojados (em campismo) na Ecoaldeia de Janas para uma experiência real e completa a nível pedagógico. Sin embargo, compreende-se que nem todos os formandos possam ficar a residir pelo que será estipulado um horário fixo de formação (9H30 a 18:30) e algumas actividades extra (opcionais) e podem ser inseridas no programa ao final do dia (apresentações, filmes, etc).

O curso inclui um almoço todos os dias preparado pela equipa da Ecoaldeia de Janas/ Cooperativa ALDEA, bem como 2 coffee breaks ao longo do dia. Para aqueles que optam pela versão residencial, o curso inclui também um jantar e um pequeno almoço e espaço adaptado para campismo**.

materiales necesarios

Para a componente formativa: roupa e calçado confortável para a parte prática e adaptado a temperaturas de Verão (incluindo toda a protecção de sol necessária) , cantil de água e protector solar.

Para os formandos com material de carpintaria próprio, podem trazer as próprias ferramentas desde que sejam marcadas com um sinal e que os próprios sejam responsáveis pelo seu uso e cuidado, mesmo que as optem por partilhar com outros formados no decorrer da formação.

Para os formandos em formato residencial: tenta e material de apoio a estadia em campismo, lanterna, toalha e produtos pessoais biológicos de higiene.

Valor da Inscrição | Investimento

– Curso Completo 8 dias com Residência* + Alimentação Base** | 315€ /pessoa
– Curso Completo 8 dias sem Residência + 1 refeição *** | 250€ / persona
– Curso Completo 8 dias sem Residência sem refeição | 200€ / persona
– Workshop Técnico**** 1 dia/vulso | 40 eur/pessoa (sem refeição)

NOTAS

* Residência em campismo (trazer tenda e material de suporte a este tipo de alojamento)
** Alimentação base: pequeno almoço + almoço + jantar
*** Almoço Incluído
**** Para participantes com alguma experiência prévia ou alunos do Curso de Introdução à Carpintaria (ou semelhante)

INSCRIÇÃO através da aquisição de bilhetes online em ecoaldeiajanas.org/ecoloja

Formação de Verão 2018 de Longa Duração em Construção na Ecoaldeia de Janas

16 la 22 julio | Curso de Construção de Casa em Madeira –> +info aqui
28 de Julho a 4 de Agosto | Natural Curso de Construcción (3edición)

20 la 26 de Agosto | La construcción en el terreno del progreso –> +info aqui

Formadores e Portfolios Profissionais

 

Dia 1 mi 2 – Américo Firmino – Obras de Terra

Américo Firmino é formador certificado pelo IEFP com nível 5. Iniciou-se como formador de Tecnologias de Cinema e Vídeo em 1983. Frequentou o Curso Geral de Artes Visuais na António Arroio e o Curso Geral de Electrotecnia na Fonseca Benevides. Desde 1977 fez diversos cursos em Portugal, França e Inglaterra nas áreas de Fotografia, Mecânica, Electricidade, Electrónica, Cinema, Edição, Vídeo e Televisão. En 1984 foi louvado pelo “Estado Maior do Exército” pelo desempenho prestado na Filmoteca do Exército. En 1986 realizou a curta metragem “Sais de Prata” que viria a ser Prémio Ficção do Festival Juvecine, tendo sido exibido pela RTP-2. Até 1993 foi técnico de Som e Vídeo da Companhia Nacional de Bailado e do Teatro Nacional de São Carlos. En 1993 aceitou o convite da Culturgest para coordenar os Audiovisuais.

En 2011 apaixonou-se pela Construção Natural e tem vindo a estudar vários processos construtivos. Frequentou várias formações com mestres nacionais e estrangeiros, tendo aprofundado conhecimentos em vários sistemas construtivos e materiais naturais, incluindo técnicas de abóbodas, tendo sido tocado pela beleza das abóbodas Mexicanas e a simplicidade das abóbodas Núbias. Estudou argilas, cais e gessos. Nos últimos anos dirigiu o projecto Taipa 2 (construção de edifício em Taipa concluída em 2015) onde pôde experimentar e explorar algumas técnicas menos comuns neste tipo de edifícios. Frequentou na Escuela de Patrimonio de Nájera o Curso de Coberturas de Pastos com o Mestre António Gandano e iniciou o estudo de Geobiologia com Fernando Perez. Frequentou no ISEL o Curso de Inspecção de Construções, onde aprofundou conhecimentos sobre as principais patologias dos edifícios antigos e contemporâneos.

Iniciou-se publicamente como formador em Bioconstrução em colaboração com a Associação Arte Estúdio Imaginário e vem colaborando regularmente nos Cursos de Construção Natural da Ecoaldeia de Janas.
Paralelamente, tem exercido funções de consultor técnico na reabilitação e restauro de edifícios antigos e orientado projectos novos.

 

Dia 3 Afonso David – Madeiras de Sintra e Ecoaldeia de Janas

Há vários anos que se dedica à aprendizagem da madeira, tendo seguindo um caminho de respeito pela nobreza e complexidade deste material. Começou o percurso de aprendizagem e prática na floresta, onde desenvolveu técnicas de gestão florestal sustentável, haciendo que la recuperación de la castaña abandonado en la Sierra de Sintra. Pelo meio envolveu-se durante mais de um ano no restauro do Palácio do Visconde de Ouguela com a orientação do reconhecido mestre de marcenaria Luis Tomaz. Actualmente dedica-se ao estudo e à recolha da sabedoria e das ferramentas que lhe permitem seguir um trabalho com madeira assente numa filosofia de manualidade e naturalismo, à carpintaria e todos os trabalhos relacionados, desde a criação de peças funcionais ou construção de estruturas em madeira ou combinadas com outros materiais e técnicas de bioconstrução. É o formador de eleição de bioconstrução com madeira na Ecoaldeia de Janas tendo já direccionado mais de três centenas de iniciantes à carpintaria em formações.

 

Dia 4 – João Jerónimo Ribeiro

João Ribeiro é formador no CENFIM (Centro de Formação Profissional da Indústria Metalúrgica e Metalomecânica) no âmbito de formação técnico-profissional de jovens e adultos. A sua experiência profissional também tem a marca de coordenador de Energias Renováveis na Escola Profissional Gustave Eiffel e certificado como Training Technician na ISQ. Colaborador e formador da Ecoaldeia de Janas nos temas da serralharia e soldadura já tendo iniciado mais de uma centena de formados através da educação não-formal.

 

Dias 5 mi 6 – Jorge Crespo

Permacultor certificado pelo Instituto Britânico de Permacultura desde 2006 faz da energia Solar um dos pilares da sua vocação de formação e interesse. Dada a correlação de assuntos que dizem respeito aos Assentamentos Humanos, é neles que se foca como forma de dar a conhecer formas de regeneração que visem dotar os seus iguais de uma visão holística integrada de desenvolvimento regenerativo. Transformar o Planeta, nossa casa, num lugar mais aprazível para todos, conhecendo melhor os seus limites e especificidades, é uma missão sem fim que visa alinhar a vida dos humanos com essa misteriosa aventura que é a VIDA. Foi o responsável pela instalação, em conjunto com o colectivo de produção do Boom Festival, de uma visão para os sistemas de energia Solar existentes na herdade da Granja, em Idanha a Velha em 2008 mi 2012, tendo sido o seu instalador e designer conjuntamente com o amigo François. Já instalou sistemas de energia Solar fotovoltaica por aí fora sendo o mais ilustrativo aquele que se encontra instalado na Quintinha de Monserrate adstrita ao Parque de Monserrate em Sintra. Um projecto Life da Unesco. Faz também trabalho na área de saneamento seco, WWC, sendo a sua casa o seu laboratório por excelência. O seu sítio web pode ser visto em http://monte-aton.org Um dos formadores de eleição da Ecoaldeia de Janas nos temas da energia fotovoltaica e sanitária.

 

Dia 7 – Diogo Pires – GEOBIOTEC

Diogo Pires é licenciado e mestre em Conservação e Restauro de edifícios antigos, investigador convidado do GEOBIOTEC e fundador e ex-CEO de uma empresa de argamassas tradicionais (DDL argamassas) spin-off da Universidade de Aveiro. Tem vindo a desenvolver diversos trabalhos na área das argamassas, sistema de construção tradicionais (adobe, tabique, taipa e azulejo), formador e palestrante em eventos sobre o tema e em co-organização do Centro da Terra e Trienal de Arquitectura.

 

Dia 8 – Equipa Técnica das Oficinas do Convento (Arq. Joana Trindade e Mestre Mafalda Rosário) – Oficinas do Convento – Telheiro da Encosta do Castelo

As Oficinas da Cerâmica e da Terra nas Oficinas do Convento desenvolvem a sua actividade em três espaços distintos: o Telheiro da Encosta do Castelo, o Laboratório de Terra e o Centro de Investigação Cerâmica. A equipa técnica convidada a partilhar a sua experiência iniciou a sua actividade com a produção artesanal de materiais de construção tradicionais, como o tijolo burro e a tijoleira. Utilizando formas de madeira, a produção é feita na eira, a céu aberto, durante o período de Março a Outubro, época que permite a secagem ao sol. No Inverno o Telheiro dedica-se à produção de materiais cerâmicos decorativos, com vidrados e engobes, para pavimentos e revestimentos de interiores e exteriores.

Joana Trindade, arquitecta com aspirações a “construtecta”, desenvolve o seu percurso sob a premissa de que a prática arquitectónica é indissociável do seu discurso político e portanto, das suas responsabilidades social e ecológica. Tem dedicado o seu tempo à investigação-acção em torno da procura docomuminerente à co-criação do espaço construído que siga uma ideologia de desenvolvimento como liberdade.

A essência desta busca leva-a ao trabalho de investigação “O papel do arquitecto na construção do comum: intervenções pós-catástrofe” (FAUP, 2014) bem como à exploração das heterotopias que o nomadismo permite evidenciar e vivenciar.

Interessada em projectos que visem a emancipação e a resiliência das comunidades, colabora com os Novos Decisores Ciências do bairro do 2o Torrão, projecto de ciência cidadã que estabelece uma investigação colaborativa entre habitantes e comunidade científica, e a rede BIØNBuilding Impact Zero Network, rede europeia de partilha de conhecimentos técnicos para a mitigação do impacto ecológico nas construções, onde se explora o encontro de ideologias globais de ecologia e acções de interesse local, materializadas através da construção com materiais locais, naturais ou reciclados.

Detalles

Comienza:
28 julio a 9:30
Finaliza:
4 agosto al 18:00
Precio:
€ 40 - 315 €

Organizador

CESA | Ecoaldeia de Janas
Teléfono:
934614320
Email:
estesla@ecoaldeiajlancomo.orgramo
Página Web:
ecoaldeiajanas.org

Lugar

Ecoaldeia de Janas (Quinta do Luzio)
Calle Luzio n15, Cerrado de Halloween
Sintra, Portugal, Sintra 2710-267 Portugal
+ Mapa de Google
Teléfono:
934614320
Página Web:
www.ecoaldeiajanas.org

Entradas

10 disponible
Natural Curso de Construcción40,00 IVA incluído

Por favor rellena todos los campos requeridos

10 disponible
Construção Natural Completo + Alojamento + Alimentos315,00 IVA incluído

Por favor rellena todos los campos requeridos

10 disponible
Construção Natural Completo + 1 Refeição/dia250,00 IVA incluído

Por favor rellena todos los campos requeridos

14 disponible
Construção Natural Completo200,00 IVA incluído

Por favor rellena todos los campos requeridos