Agrofloresta e ecologia

O investimento na recuperação da paisagem foi desde o início uma das grandes áreas de intervenção da Ecoaldeia de Janas. Procurando conhecer os seus ciclos e interacções benéficas, temos vindo a introduzir espécies com o intuito de aumentar a biodiversidade e assim criar um ecossistema mais resiliente. Este trabalho de restauro passou também em grande parte pela:

  • recuperação da linha da água e da vegetação associada à ribeira semi-intermitente que atravessa a paisagem da Ecoaldeia
  • recuperação das linhas e fluxos de água a montante de modo a reestruturar o percurso e fluxo natural das linhas de água
  • contínua introdução de matéria orgânica nos solos e aproveitamento da biomassa vegetal no sistema
  • aumento da capacidade e qualidade do solo e consequentemente da fixação de estrato arbóreo e semi-arbustivo
  • manutenção e controlo de espécies invasoras, reutilizando-as também como recurso noutras áreas de intervenção (ex:bio-construção, forragem para animais) e reintroduzindo a flora típica e natural da região
  • criação de um sistema misto e produtivo à escala pequena e intensiva entre um floresta e agricultura
  • introdução de espécies diversificadas do estrato arbóreo, arbustivo e do coberto vegetal
  • aumento da resiliência dos ecossistemas devido ao aumento da biodiversidade (plantas, avifauna, insectos, microbiologia, etc.)
  • aumento considerável da produtividade do sistema agro-florestal
  • propagação de plantas e sementes e conservação de espécies tradicionais bem como introdução de novas espécies adaptadas ao clima mediterrânico

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

A paisagem intervencionada na Ecoaldeia de Janas tem sido um exemplo vivo de uma sucessão ecológica considerável e de um aumento da biodiversidade e produtividade em vários sentidos (biomassa, coberto vegetal, alimentos, qualidade do solo, etc.). Com esta intervenção temos também a visão de inspirar e partilhar esta experiência para que possa ser replicada noutras paisagens à escala local ou regional.

De que forma podes aprender e aplicar estas técnicas?

 

Deixe uma resposta